sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O Movimento surfou nesta MARE

Após a exibição de 25 filmes e a realização de saraus, debates e oficinas, a primeira edição da Mostra Ambiental do Recife chegou ao fim. De 1º a 15 de agosto, quase cinco mil pessoas participaram das atividades, entre sessões de cinema, oficinas, saraus e debates.

Rafael Buda, coordenador do evento ao lado de Tiago Delácio, faz um balanço positivo: “a partir do cinema foi possível avançar para outras dimensões graças aos atores envolvidos no projeto, entre eles movimentos que há mais de 30 anos debatem cidade, preservação dos ecossistemas e lutas sociais”.

Buda também ressalta o resultado das oficinas de animação ministradas nas escolas municipais. “O material está em fase de montagem e a ideia é que esse filme faça parte do kit escolar do ano que vem”.

Para 2015 o objetivo é multiplicar essa experiência em mais espaços públicos, como os parques 13 de Maio, Jaqueira, Sítio da Trindade, envolvendo mais atores para pensar o papel das cidades e a educação ambiental a partir do cinema. “Queremos debater a sociedade contemporânea, procurando viver com as contradições que a cidade nos revela e buscar alternativas para solucionar alguns desses problemas”.

A MARE é uma realização da produtora A Saga Audiovisual e tem como parceiros a ONG Sabiá, o MST, o Comitê Estadual da Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e o DCE de Direito da UFPE, Mata do Engenho Uchôa e dos Pontos de Cultura. O projeto conta com o incentivo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade / Prefeitura da Cidade do Recife.
Foto: Após a exibição de 25 filmes e a realização de saraus, debates e oficinas, a primeira edição da Mostra Ambiental do Recife chegou ao fim. De 1º a 15 de agosto, quase cinco mil pessoas participaram das atividades, entre sessões de cinema, oficinas, saraus e debates. 

Rafael Buda, coordenador do evento ao lado de Tiago Delácio, faz um balanço positivo: “a partir do cinema foi possível avançar para outras dimensões graças aos atores envolvidos no projeto, entre eles movimentos que há mais de 30 anos debatem cidade, preservação dos ecossistemas e lutas sociais”. 

Buda também ressalta o resultado das oficinas de animação ministradas nas escolas municipais. “O material está em fase de montagem e a ideia é que esse filme faça parte do kit escolar do ano que vem”. 

Para 2015 o objetivo é multiplicar essa experiência em mais espaços públicos, como os parques 13 de Maio, Jaqueira, Sítio da Trindade, envolvendo mais atores para pensar o papel das cidades e a educação ambiental a partir do cinema. “Queremos debater a sociedade contemporânea, procurando viver com as contradições que a cidade nos revela e buscar alternativas para solucionar alguns desses problemas”. 

A MARE é uma realização da produtora A Saga Audiovisual e tem como parceiros a ONG Sabiá, o MST, o Comitê Estadual da Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e o DCE de Direito da UFPE, Mata do Engenho Uchôa e dos Pontos de Cultura. O projeto conta com o incentivo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade / Prefeitura da Cidade do Recife.

Fonte: MARE

_______________________________________________

 
Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica

Leia mais!

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa convida

C o n v i t e

O Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa convida para participar da reunião ordinária do mês de setembro.

PAUTA: 

1 ) Informes:

2 ) Mata do Engenho Uchoa 35 anos, Movimento Ecológico Castello Branco 13 anos 

3 ) Avaliação do evento MARE.  

Data: 01/09/2014 ( segunda-feira )
Hora: 9 horas
Local: Escola Presidente Humberto Castello Branco
           Av. Dr. José Rufino, 2.993 - Tejipió – Recife/PE.
           Tel. 3252.9941/3181.2956

Sua presença será necessária para o desenrolar da luta pelo Parque Natural Rousinete Falcão nos CENTO E NOVENTA E DOIS HECTARES remanescente de Mata Atlântica, reconhecida pela ONU como RESERVA DA BIOSFERA MUNDIAL
Coordenadores ( ras ):
Luci Machado - 8637.1747
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Mata Atlântica Sim!
Recife Merece Mais um Parque!


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica


Leia mais!

sábado, 23 de agosto de 2014

Movimentos sociais deixaram de ser caso de polícia

Sexta, 22 Agosto 2014 17:00

Conama

Catadores integram Conselho do Meio Ambiente


Paulo de Araújo/MMA
Ronei Alves e Roberto Laureano na reunião do Conama


Inclusão é fruto da IV Conferencia Nacional de Meio Ambiente

LETÍCIA VERDI

O Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) conta, a partir deste mês, com aparticipação de representantes do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR). A inclusão é fruto da IV Conferencia Nacional de Meio Ambiente, que ocorreu em Brasília, de 24 a 27 de outubro de 2013. Os representantes indicados são: Roberto Laureano da Rocha (titular), Ronei Alves (1º suplente) e Maria do Carmo (2º suplente). Eles participaram da 115ª  reunião do Conama, realizada na última quarta-feira.

A diretora do Departamento de Cidadania e Responsabilidade Ambiental (DCRS) do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Raquel Breda, destaca que a inclusão dos catadores no Conama está em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)."Garantir a participação do MNCR no Conama é uma forma de reconhecer o trabalho que tem sido realizado pelos catadores e catadoras de todo Brasil, que há muito tem contribuído  para um gerenciamento mais sustentável dos resíduos", disse.

O MMA defende que seja garantido ao catador o espaço e a remuneração adequada dentro do processo de logística reversa, no qual o fabricante das embalagens é o responsável pelareciclagem do material.

Links: 
Entenda o que é logística reversa 
Saiba como funciona o Conama 

Fonte: Site do Ministério do Meio Ambiente

_______________________________________________

Parabéns ao Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis ( MNCR ) por esta conquista. É o fruto da luta sendo reconhecida e posta em prática a resolução da IV Conferencia Nacional de Meio Ambiente. Os Movimentos Sociais hoje são respeitados e deixaram de ser caso de policia, como no passado.

O Movimento em Defesa da Mata do Engenho engenho participou dessa vitoriosa IV Conferência Nacional de Meio Ambiente e encaminhou moção pela implantação do Parque Natural Rousinete Falcão na Mata do Engenho Uchoa, que foi aprovada por unanimidade. Clique no link abaixo e veja as moções aprovadas e a da Mata do Engenho Uchoa.

http://mataengenhouchoa.blogspot.com.br/2013/11/mocoes-aprovadas-na-4-conferencia.html



Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica

Leia mais!

sábado, 16 de agosto de 2014

Reforma urbana já

Centre Ville comemora 32 anos de resistência


A comunidade Centre Ville localizada em Santo André, na região do ABC, Grande São Paulo, comemorou 32 anos de resistência e luta por moradia no último sábado (9). A TV Vermelho compareceu ao evento de comemoração da data e conversou com líderes históricos e atuais para saber mais sobre a história do bairro e o que pretendem para o futuro. Confira também a matéria da Rádio Vermelho sobre o bairro, aqui.



Leia mais!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Escola Municipal Luiz Vaz de Camões fazendo Cinema

MARE2014 Começou a todo vapor a Oficina de Cinema de Animação na Escola Luiz Vaz de Camões no IPSEP. Turma animada e com muita disposição para aprender e trocar saberes através da técnica manual de desenho animado. (6 fotos)

Fonte: MARE - Mostra Ambiental do Recife

_______________________________________________

 
Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica

Leia mais!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

MARE alta na Escola Municipal Luiz Vaz de Camões


#MARE2014 | Poesia

Saraus poéticos integram a programação da Mostra Ambiental do Recife. No próximo dia 13, as 11h, apresentação de Literatura de Cordel e Cantigas, com as cordelistas Mariane Bigio e Susana Morais, acompanhadas pela musici...sta Milla Bigio na Escola Municipal Luiz Vaz de Camões, no Ipsep.

“Somos poetas e declamadores que têm um apreço especial pela literatura popular”, diz Mariane Biggio, uma das integrantes do projeto. “O verso metrificado, rimado, ritmado é uma marca da nossa produção mas também nos aventuramos nas terras do verso livre”.

Na MARE, o grupo fará um repertório de poesias autorais e de outros poetas de renome, entre mestres e ídolos, levando temas como o respeito (aos semelhantes e à natureza), o amor, e também poemas que questionem as injustiças sociais.
Ver mais

Foto: #MARE2014 | Poesia

Saraus poéticos integram a programação da Mostra Ambiental do Recife. No próximo dia 13, as 11h, apresentação de Literatura de Cordel e Cantigas, com as cordelistas Mariane Bigio e Susana Morais, acompanhadas pela musicista Milla Bigio na Escola Municipal Luiz Vaz de Camões, no Ipsep.

“Somos poetas e declamadores que têm um apreço especial pela literatura popular”, diz Mariane Biggio, uma das integrantes do projeto. “O verso metrificado, rimado, ritmado é uma marca da nossa produção mas também nos aventuramos nas terras do verso livre”.

Na MARE, o grupo fará um repertório de poesias autorais e de outros poetas de renome, entre mestres e ídolos, levando temas como o respeito (aos semelhantes e à natureza), o amor, e também poemas que questionem as injustiças sociais.
 

Fonte: MARE - Mostra Ambiental do Recife

_______________________________________________

É a Sétima Arte, a Arte a serviço da luta conscientizando para a defesa do meio ambiente forjando uma consciência social, onde vai ter  oficina de cinema de animação, consciência ambiental e sarau poético. Sua presença é muito importante para construirmos uma cidade mais humanizada. Viva a luta em Defesa da Mata do Engenho Uchoa!


Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica

Leia mais!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Semana Burle Marx no Recife

Concerto ao ar livre abre Semana Burle Marx no Recife


A abertura do evento contou com a apresentação da Orquestra Sinfônica do Recife. O prefeito assistiu ao concerto e realizou entrega da Praça de Casa Forte requalificada. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Um fim de tarde ao som da Orquestra Sinfônica do Recife (OSR), em plena Praça de Casa Forte requalificada. Foi assim que centenas de recifenses curtiram a abertura da Semana Burle Marx, evento que teve início na tarde desta quinta-feira (7) e segue até o próximo dia 16 em homenagem ao arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx, figura significativa em vários aspectos da capital pernambucana. O prefeito Geraldo Julio, acompanhado da primeira-dama, Cristina Mello, compareceu ao concerto. Antes da apresentação, o gestor entregou à população a Praça de Casa Forte, primeiro espaço público projetado por Burle Marx, em 1934, totalmente requalificada.

Para o prefeito Geraldo Julio, reverenciar a figura de Burle Marx com uma semana dedicada ao seu legado é algo que fortalece a memória da cidade. “Desejamos que a cidade seja assim, feita de história, memória, com espaços bonitos, recuperados e gente nas ruas. Estamos entregando hoje a Praça de Casa Forte requalificada, que é uma das obras existentes na cidade deste grande paisagista e vamos cuidar também de outras áreas de lazer e espaços públicos da cidade, onde estamos trabalhando nas suas melhorias”, destacou o o prefeito.

Os serviços realizados contemplaram a recuperação dos passeios em pedra portuguesa, dos bancos e das instalações elétricas, com reposição de circuitos elétricos das motobombas. Também foram feitos o nivelamento do interior da praça com areia no passeio interno e limpeza e impermeabilização dos lagos com manta asfáltica. Todas as instalações hidráulicas que abastecem os lagos foram consertadas, bem como a parte elétrica dos postes e pintura geral em gradis e bancos.

Para marcar o ato, o gestor se juntou a algumas crianças que brincavam na praça para plantar mudas de pés de açaí. Em seguida, houve a apresentação da Orquestra Sinfônica do Recife, regida pelo maestro Marlos Nobre, que foi amigo de Burle Marx. O maestro executou uma seleção de músicas baseadas nos compositores preferidos do paisagista homenageado, com um repertório que foi aberto pela ópera “O Guarany”, de Carlos Gomes, e seguiu com Batuque da “Série Brasileira”, de Alberto Nepomuceno, Prelúdio das Bachianas Brasileiras n. 4, de Villa Lobos, entre outros compositores.

O público de cerca de 600 pessoas lotou as cadeiras dispostas na rua e as gramas da praça e pediu bis ao final da apresentação.O servidor público Vitor Arruda, 29 anos, aprovou o evento. “É muito bom assistir a um espetáculo tão bonito assim, aqui, na rua. Também estou muito feliz de ver a praça recuperada e poder vivenciar um momento como este”, destacou Vitor, que assistia o concerto ao lado da namorada. As atividades da Semana Burle Marx seguem até o dia 16 de agosto, com uma extensa programação que vai passear por alguns de seus projetos urbanísticos.

Para Maria do Carmo, de 54 anos, que passeava com uma amiga na Praça de Casa Forte, a iniciativa de recuperação do local foi muito boa. “A praça está linda. Temos um lugar bonito, tranquilo, limpo e seguro para caminhar e passear nas manhãs e fins de tardes. Adoro este lugar e estou muito satisfeita, não só com a recuperação da praça, mas por ver uma atividade cultural tão rica, movimentando nossa cidade”, afirmou a aposentada.

O investimento em intervenções na praça foi de R$ 450 mil para a reforma, executada pela Emlurb, sempre respeitando o traçado original elaborado pelo paisagista. Instituída pela Lei Municipal nº 17.571, do ano de 2009, a Semana Burle Marx é organizada pelo Comitê Burle Marx, formado por órgãos da Prefeitura do Recife, Laboratório da Paisagem da UFPE, Conselho dos Arquitetos do Brasil – CAU e Parque de Dois Irmãos, sob a coordenação da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife.

PRAÇAS– As sete praças do Recife que possuem projeto paisagístico de Burle Marx estão recebendo ações de requalificação. A primeira delas a ser beneficiada foi a do Arsenal, cujo nome verdadeiro é Arthur Oscar. O espaço recebeu novas pedras portuguesas nos passeios; recuperação de 10 bancos venezianos, gradil, fonte luminosa e do sistema elétrico (fiação e luminárias); inclusão de um poço artesiano; replantio de 1.200 m² de grama; e pintura. O custo da obra foi de R$ 114 mil.

A Praça Ministro Salgado Filho, na Imbiribeira, também já teve sua reforma concluída. Com um investimento de R$ 955 mil, foram executados serviços que contemplaram a recuperação dos postes antigos de iluminação e a inclusão de três novos postes de 10 metros, cada um com três luminárias compostas por lâmpadas metálicas de 400W, além de projetores voltados para o lago, e cinco postes de seis metros com duas lâmpadas metálicas cada uma com 70W de potência. Na pavimentação, foram recuperados 2.000 m² de passeio em pedra portuguesa. O lago artificial teve 1.600 m² impermeabilizados, bancos de concreto foram restaurados, e foi feito ainda o plantio de cerca de 6.500 mudas de plantas diversas e de 4.000 m² de grama. Houve ainda o resgate do traçado elaborado por Burle Marx, assim como a recuperação do paisagismo com o tipo de vegetação estabelecida pelo profissional.

Além da Praça de Casa Forte, também já concluída, e entregue na tarde desta quinta-feira (7), a recuperação das outras quatro praças restantes está em andamento (Derby, República, Euclides da Cunha e Farias Neves). O investimento total para a recuperação das sete praças será de R$ 2.529.906,15.



PROGRAMAÇÃO – Semana Burle Marx

Quinta-feira, 7 de agosto
Hora: 16h30
Abertura da Semana Burle MarxConcerto da Orquestra Sinfônica do Recife sob a regência do maestro Marlos Nobre.
Local: Praça de Casa Forte, Av. 17 de Agosto, Recife.

Sexta-feira, 8 de agosto
Hora: 17h
Jantar “À Mesa com Burle Marx”
Local: no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – MAMAM (Rua da Aurora, 265, Boa Vista)*Os convites devem ser retirados no horário das 10h às 12h, na sexta (08), na entrada do museu da Rua da União, 88.

Sábado, 9 de agosto
Hora: 10h
Exposição e apresentação de vídeo sobre Burle Marx
Local: Jardim Botânico do Recife, Km 7,5 da BR 232, Curado

Hora: 14h
Circuito das Praças de Burle Marx – Projeto Olha!Recife
Local: praças Ministro Salgado Filho, em frente ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre; Praça Faria Neves, no bairro de Dois Irmãos; Praça de Casa Forte; e Praça do Derby.*Concentração na Praça do Arsenal, no Recife Antigo. Inscrições pelo site: www.olharecife.com.br

Domingo, 10 de agosto
Hora: 11hPalestra sobre o Paisagista Burle Marx.
Com a coordenadora do Laboratório da Paisagem da UFPE, Ana Rita Sá CarneiroLocal: Jardim Botânico do Recife, Km 7,5 da BR 232, Curado

Sábado, 15 de agosto
Hora: 9h às 12hSeminário “A arte do Jardineiro na conservação do jardim”
Local: auditório do Centro de Educação da UFPE, Cidade Universitária, Recife Hora:

15h
Apresentação do “O Baú de Burle Marx”
Local: Museu da Cidade do Recife – Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.

Domingo, 16 de agosto
Hora: 10h
Visita do jardineiro de Burle Marx, Sinval Augusto Pereira Filho, à turma do 2º Curso de Jardinagem
Local: Jardim Botânico do Recife, Km 7,5 da BR 232, Curado

Fonte: Site Prefeitura da Cidade do Recife 

_______________________________________________


Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica


Leia mais!

Diversos eventos marcam a Mostra Ambiental do Recife

Diversos eventos marcam a Mostra Ambiental do Recife








A Escada - Dir. André Arôxa

Começa amanhã (1), a  Mostra Ambiental do Recife, a primeira edição do evento reúne cultura, cidadania e meio ambiente. De 1 a 15 de agosto, mostras de cinema, saraus e oficinas serão o mote para reflexões e troca de saberes ente as esferas urbana e rural, abrigada por patrimônios arquitetônicos, culturais e ecológicos: o Cinema São Luiz, Jardim Botânico, Mata Uchôa e duas escolas públicas de seu entorno.

A abertura do evento, marcará as comemorações do aniversário do Jardim Botânico, que completa 35 anos. A primeira atividade será uma oficina gratuita de consumo consciente, ministrada pela professora Daniele Andrade de Carvalho. O objetivo é proporcionar aos participantes uma reflexão acerca do consumo que realizam e incentivar a mudança de atitudes individuais e coletivas na busca de um consumo mais consciente e conscientizador.

 Confira a programação:

 Jardim Botânico (Curado)

1º de agosto, às 10h - Oficina de Consumo Consciente (Daniele Carvalho)

3 de agosto, às 10h - Sarau Poético / Espetáculo “Bicho Homem”, com os músicos Allan Sales, Thiago Martins e Clésio Ramos

 De 1º a 3 de agosto, das 9h às 15h - Exposição de Cinema de Animação

Mostra MARE (sessões às 11h/ 12h/ 13h)

 1º de agosto

“Carpe Diem” (2012), de Dimitri Kozma

“A Escada” (2013), de André Arôxa

“Hijo de Dios” (2012), de Tomas Montalva

“O Homem da Mata” (2004), de Antonio Carrilho

“El Mimo y la Mariposa Negra” (2011), de José Luis Saturno

“O Grande Evento” (2012), de Thomate

“Paleolito” (2013), de Ismael Lito e Gabriel Calegario

“Aire” (2013), de Romina Quiros

“La Cruz” (2011), de Alvaro Rozas Leiva

“Boi da Macuca” (2013), de Lula Gonzaga

2 de agosto

“Tá Limpo” (1991), de Aida Queiróz, Cesar Coelho, e Marcos Magalhães

“Recife Frio” (2010), de Kleber Mendonça Filho

“A Saga da Asa Branca” (1979), de Lula Gonzaga

“O Cangaceiro e o Leão” (2012), de Arnaldo Galvão

“Em Trânsito” (2013), de Marcelo Pedroso

“Coco de Umbigada” (2013), de Lula Gonzaga

“Hijo de Dios” (2012), de Tomas Montalva

3 de agosto

“A Árvore do Dinheiro” (2006), de Marcos Buccini

“Bololo” (2012), de Beatriz Herrera Carrillo

“Carpe Diem” (2012), de Dimitri Kozma

“Tá Limpo” (1991), de Aida Queiróz, Cesar Coelho, e Marcos Magalhães

“3 Mitos Que Você Sempre Ouviu Sobre a Agroecologia” (2012), de Vídeo MST

“Coco de Umbigada” (2013), de Lula Gonzaga

Cinema São Luiz (Boa Vista)

4 de agosto, às 19h

Lançamento do filme: O veneno está na mesa 2 (2014), de Silvio Tendler, seguido de debate com Jaime Amorim (MST), um representante da FIOCRUZ e a secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, Cida Pedrosa.

Escola Estadual Castelo Branco (Tejipió)

 De 5 a 8 de agosto, das 14h às 18h

Oficina Cinema de Animação com Lula Gonzaga









Silvio Tendler 

5 de agosto, às 19h

 Mostra MARE

“Em Trânsito” (2013), de Marcelo Pedroso

“O Veneno Está Na Mesa 2” (2014), de Sílvio Tendler

6 de agosto

9h - Oficina de Consumo Consciente com Daniele Carvalho

11h - Sarau Poético com o grupo #4urubueacarniça (Mariane Bigio, Luna Vitrolira, Clécio Rimas e Gleison Nascimento)

Escola Municipal Luiz Vaz De Camões (Ipsep)

 De 12 a 15 de agosto

Oficina Cinema de Animação com Lula Gonzaga

13 de agosto

9h - Oficina de Consumo Consciente com Daniele Carvalho

11h - Sarau Poético com o grupo #4urubueacarniça (Mariane Bigio, Luna Vitrolira, Clécio Rimas e Gleison Nascimento)​

Animação - Como resultado, a oficina de animação produzirá um vídeo-poema com temática ambiental. As inscrições serão feitas na diretoria das escolas pelos professores para jovens de 15 a 21 anos com habilidades para o desenho e interesse. “O cinema de animação prioriza o artesanal. Desde elaboração dos textos, exercícios pedagógicos, materiais didáticos e de ilusão de ótica, desenhos e traços, pintura, confecções de sons e equipamentos”, diz Lula Gonzaga, um dos pioneiros da animação brasileira. Realizado em 1979, seu curta “A saga da Asa Branca” integra a programação de cinema.

A MARE é uma realização da produtora A Saga Audiovisual e tem como parceiros a ONG Sabiá, o MST, o Comitê Estadual da Campanha Nacional Permanente Contra os Agrotóxicos e o DCE de Direito da UFPE, Mata do Engenho Uchôa e dos Pontos de Cultura. O projeto conta o incentivo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade / Prefeitura da Cidade do Recife. De acordo com a secretária Cida Pedrosa, custear via edital a realização de projetos da sociedade civil “é um instrumento para estimular a sociedade a se envolver e contribuir efetivamente nos desafios de preservar a natureza na cidade”.

Cinema São Luiz - Inaugurado pelo Grupo Severiano Ribeiro no dia 6 de setembro de 1952 às margens do Rio Capibaribe, o São Luiz tornou-se um dos mais emblemáticos cinemas do Recife, prezando por essa arte em sua concepção clássica. Em 2008 foi tombado e restaurado pelo Governo do Estado. Voltou a funcionar em 2010, abrigando festivais e filmes contemporâneos, clássicos e uma programação fixa voltada para o público infantil.

Mata Engenho Uchôa - Localiza-se na porção sudoeste do Recife. Limita-se ao Norte com o rio Tejipió, ao Sul com a Vila do SESI, o rio Moxotó, o ramal ferroviário da Rede Ferroviária Federal e com a Av. Dom Helder Câmara; a Leste com a Av. Recife e fundos dos lotes lindeiros e a Oeste com a BR-101 contorno Sul. Está inserido na bacia do Rio Tejipió, constituindo um ecossistema representativo de Mata Atlântica e ecossistemas associados (que inclui mata, manguezal e restinga). Corresponde a 1% do território da capital. No entorno residem cerca de 270 mil habitantes (19% da população recifense), exercendo influência sobre 11 bairros: Ibura, Caçote, IPSEP, Areias, Barro, Tejipió, Estância, Cohab, Jiquiá, Imbiribeira e Jordão (Fonte: CPRH).

Jardim Botânico do Recife - Criado em 1960 a partir da reformulação do Parque Zoobotânico do Curado. Desde estão é um testemunho vivo da biodiversidade da Mata Atlântica, que junto à restinga e os manguezais, cobria o sítio original do Recife. Ocupando uma área de 10,7ha, compõe uma parte da Unidade de Conservação Municipal denominada Matas do Curado, uma área de 113,6ha pertencentes, em sua maioria, ao Exército. Em 1 de agosto de 1979 ele foi cedido para o município do Recife, em virtude da reestruturação do Parque Zoobotânico do Curado, do antigo Instituto de Pesquisa Agropecuária do Nordeste. Atualmente desenvolve atividades em educação ambiental, caminhadas ecológicas, exposição permanente da mata atlântica, exibição de vídeos e visitas aos viveiros de plantas medicinais e florestais. Possui um orquidário para visitação, produção e permuta de orquídeas e um meliponário de abelhas nativas.

Serviço

Mostra Ambiental do Recife – MARE

Quando: de 1º a 15 de agosto

Onde: Cinema São Luiz, Jardim Botânico e Mata Uchôa

Informações: www.facebook.com/MostraAmbientalRecife

Entrada franca



Fonte: Agenda Cultural do Recife

_______________________________________________


Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica


Leia mais!

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

MARE cheia no Jardim Botânico do Recife

Obrigado a todos que estiveram no Jardim Botânico nesse fim de semana maravilhoso! É só o começo. Vamo que vamo.

Fonte:  MARE - Mostra Ambiental do Recife

_______________________________________________


Coordenação do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa

Luci Machado - 8599.1442
José Semente - 8595.8666
Jacilda Nascimento - 9965.0916
Arlindo Lima - 8622.9518
Patricia Maria - 9183.9762
Augusto Semente - 9258.7195


Foto aérea da Mata do Engenho Uchoa 192ha de Mata Atlântica




Leia mais!